Posts Tagged ‘O homem in verso’

h1

O homem in verso

agosto 13, 2008

O homem in verso

contra toda a agonia de meu coração estrangulado
Eu me dito em um campo de rosas mortas
Nascidas do túmulo dos meus sonhos
Onde eu jazo para sempre como um doente no leito
Um doente que não se recupera
O homem in verso toma conta de meus instantes
é ele quem ama a leitura e os livros
As poesias e é quem escreve
Eu amo a futilidade, o egoísmo, a loucura,
tenho a luxúria como guia
Mas esse homem que me toma não
Ele ama sobremaneira
Ele chora e canta
Ele teme e toma o licor sórdido das palavras
E desmaia
todos os dias em que a alma lhe pede uma rima
Ele não teme nem a morte
Já eu não acredito em nada
Eu jogo com dardos impossíveis
Ele estrangula o joker
Toma as cartas do baralho
e se acha o dono do mundo
Ele é rock´n´roll e poesia
É o demônio sussurrando suas cantigas numa noite vadia
Eu ouço os sons das palavras escritas
Eu deito e vocês me lêem e calam
Queria saber o que pensam e nem sei quem são.

Anúncios